Pages

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011


Estranho e que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é?
Mas finjo de adulto, digo coisas falsamente sábias, faço caras sérias, responsáveis. Engano, mistifico. Disfarço esta sede de ti, meu amor que nunca veio - viria? virá? - e minto não, já não preciso. Preciso sim, preciso tanto. Alguém que aceite tanto meus sonos demorados quanto minhas insônias insuportáveis.
Caio F.

15 comentários:

  1. Oi, adorei teu blog!
    Tá ótimo!!! To seguindo aqui,
    visita o meu e se gostar siga!
    beijo.

    http://livreelouca.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. É tão o que eu sou que se torna espantoso!!

    Abraço meu.

    ResponderExcluir
  3. Tenho tantas marcas em mim, e ainda sou tao nova.
    Meu medo é descobrir que sou como essa moça.

    Tati minha querida, linda noite pra ti!
    Bjs & abraços!

    ResponderExcluir
  4. Acho que é o tão que muita gente é, Winny! Faço parte dessa gente!

    Tati, doce Tati, boa noite ;*

    ResponderExcluir
  5. Será possível eu sustentar isso por muito tempo?!
    Sábias palavras sempre nos deixam melhores, mesmo sendo falsas!
    beeijo querida ;*

    ResponderExcluir
  6. Saudade de você Tati...Não some..beijos

    ResponderExcluir
  7. Me identifico muito com Caio, talvez porque somos do mesmo signo. Aliás amanhã fará 15 anos sem Caio.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  8. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos periodos mais marcantes da vida.
    Mais o que o adolescente pensa disso?

    Visita meu blog?

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

    Se gostar segue lá, ficarei feliz.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. É no momento que a gente para e vê que quem mais precisa estar na relação de amor é a gente mesmo!

    ResponderExcluir
  10. Eu sou curiosa,o nome do seu blog me deichou mais ainda,gostei e voltarei mais vezes..
    http://justdreams-ana.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Caio sempre nos traduz. Lindo!

    Um beijo, Tatiiiii!

    ResponderExcluir
  12. Ao meu silêncio chegou um riso
    O meu desejo mora no limite da razão
    Roubando os segredos do corpo
    Lembro as tuas mãos como uma torrente de emoção

    Lembro que enchi o vazio da tua alma
    Enjauladas as asas morrem de dor
    A beleza é um momento eterno
    É o espelho de água onde se contempla o amor


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  13. precisamos de amor, precisamos de amar...

    ResponderExcluir
  14. Adoreei, me identifiquei !
    Liindo o blog. Já estou seguindo.
    Se tiver tempo, dá uma passadinha?
    http://mywordfashion.blogspot.com
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Essa coragem que o Caio possui de expressar tão bem o interior me surpreende.
    Adorei suas postagem!

    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir

brilharam